Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017
Banner_ILG

Últimas noticias em questão racial e quilombola

Instituto Luiz Gama participa de homenagem à Luiz Gama

Abolicionista que libertou mais de 500 escravos será reconhecido pela OAB Negro liberto que se tornou libertador de negros, Luiz Gonzaga Pinto da Gama (1830-1882) ficou conhecido como um rábula que conseguiu alforriar, pela via judicial, mais de 500 escravos. O rábula exercia a advocacia sem ser advogado. Numa reescrita tardia da história, sua designação vai mudar. Na noite da próxima terça-feira (3), em cerimônia na Universidade Presbiteriana Mackenzie, Luiz Gama deve...



Preconceito nas redes sociais pode resultar em processo na Justiça

Ampliar / reduzir -

O vice-presidente da OAB-AM Marco Aurélio Choy afirmou que o preconceito revelado por pessoas nas redes sociais contra os moradores das regiões Norte e Nordeste do País ou mesmo contra classes sociais podem se enquadrar nas Lei de Racismo, no Código Penal e nas Lei de Contravenção Penal. “Dizer que o cara é nordestino não é crime, mas agregar a isso conotações negativas de preconceito pode, sim, ser um crime. Dizer que é burro, incitar a violência é uma contravenção penal”, esclareceu.

preconceitonanet

O antropólogo Sérgio Ivan afirmou que as ponderações são feitas para comportamentos de intolerância, mas que em relação a preconceito não há discussões, e sim leis. “As pessoas precisam compreender que usar as redes sociais implica em atingir os outros e à sua própria imagem. O que se escreve numa rede social é comparável a se chegar numa praça pública e gritar. E diante de preconceito não há discussão, não existem argumentações. Existem leis”, comparou.

Choy afirma que um dos casos mais recentes de um ato “despreocupado” de preconceito em espaços público motivado por um comportamento em grupo trouxe graves prejuízos pessoais a seu agente. Foi o caso envolvendo a torcedora do Grêmio e o goleiro do Santos, o jogador negro Aranha.  “O fato é que as pessoas estão se expondo mais e se sentem mais à vontade para falar o que pensam. E aí correm riscos legais e sociais como aquela moça no jogo do Grêmio, que foi a única identificada e punida na manifestação de uma torcida inteira”, afirmou o advogado.

Choy afirmou que a defesa via internet da divisão do País em duas nações é algo fantasioso. “A Carta Maior, que é a Constituição não permite isso. Esses afirmações não passam de falácia”, declarou. O jurista afirmou que grupos que se sintam prejudicados por manifestações de preconceito em redes sociais são amparados pela lei e podem buscar ajuda na OAB-AM.

'Somos um País preconceituoso'

"Somos um País preconceituosoe injusto. As redes sociais revelam esse dado e isso é uma primeira constatação. Essas mensagens revelam também uma ignorância no sentido de que as pessoas não procuram interpretar e confrontar  os dados reais e a realidade. Revela toda uma ignorância e desconhecimento sobre a renda do País, sobre o problema da terra, da habitação, da saúde, da questão indígena, das penitenciárias, da prostituição. Se procurassem se informar melhor iam se chocar com a realidade do País. A eleição trouxe à tona realidades que nós já sabíamos, que as estatísticas mostram sobre desigualdade e injustiça social. Outro dado desses compartilhamentos é a manipulação da informação. Pegar uma frase do papa Francisco, por exemplo, e compartilhar para fortalecer uma opinião sua mas completamente fora do contexto que foi dita. Isso é fundamentalismo. É muito legal que haja debates e que bom é constatar que todo mundo não pensa igual, que as pessoas são diferentes, mas é muito triste ver que as discussões ficam no superficial. O que ajuda muito é saber atacar os argumentos e não as pessoas. As pessoas precisam mais é serem cuidadas e zeladas" - Geraldo Bendahan, padre e coordenador de pastoral da Igreja Católica no Amazonas.

'É o opressor e o oprimido'

"Algumas pessoas, mesmo sendo seguidoras de uma religião, não conseguem entender e alcançar o sentido do amor ao próximo e da fraternidade entre as pessoas e se deixam dominar por esse sentimento beligerante, belicoso e de condenação da opinião do outro. E ainda usam o caráter de serem religiosos para dar legitimidade às suas posturas equivocadas. Usam a religião para tentar sustentar seus interesses próprios, inclusive de ideologias políticas, e se aprisionam assim em seus pontos de vista, mesmo que isso signifique agredir o próximo. Por isso observamos no Facebook pessoas compartilhando mensagens cristãs e mensagens de ódio e preconceito. Outra parte não se interessa de fato pelas ciências políticas e revelam esse desconhecimento nas suas opiniões. Aí sai o resultado e a candidata eleita fala em diálogo e união. O candidato derrotado tem um ato belíssimo de ligar para a sua adversária e cumprimentá-la, mas os eleitores continuam em guerra de confronto de ideias, quando agora o momento deveria ser de união em prol de um bem comum para a consolidação da democracia, do bem da sociedade e do fortalecimento dos princípios do exercício do diálogo e da fraternidade. Aí se dividem entre o opressor e oprimido" - Elaine Cabral, professora de psicologia, filósofa e membra das Federações Espíritas Brasileira (FEB) e Amazonense (FEA).

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Leituras Recomendadas

Prev Next

Um Defeito de Cor - Ana Maria Gonçalves

Um Defeito de Cor - Ana Maria Gonçalves

Fascinante história de uma africana idosa, cega e à beira da...

Sangue de Mim - Polyana de Almeida Ramos

Sangue de Mim - Polyana de Almeida Ramos

Romance brasileiro que aborda o universo feminino e afrodesc...

Você me deixe, viu? eu vou bater meu tam…

Você me deixe, viu? eu vou bater meu tambor!

É uma publicação zelosa em que se pode a cada página percebe...

Cada tridente em seu lugar & outras crôn…

Cada tridente em seu lugar & outras crônicas

Estréia literária de Cidinha da Silva, arguta investigadora ...

Os nove pentes d'África

Os nove pentes d'África

Em "Os nove pentes d'África", estréia de Cidinha da Silva na...

Kuami – Cidinha da Silva

Kuami – Cidinha da Silva

Cidinha da Silva mergulha na prosa mais uma vez e traz uma h...

Procure no site

Enquete

O que você achou das funções de nosso novo portal?

Vitrola Luiz Gama

Click