Quinta-feira, 27 de Julho de 2017
Banner_ILG

Últimas noticias em questão racial e quilombola

Instituto Luiz Gama participa de homenagem à Luiz Gama

Abolicionista que libertou mais de 500 escravos será reconhecido pela OAB Negro liberto que se tornou libertador de negros, Luiz Gonzaga Pinto da Gama (1830-1882) ficou conhecido como um rábula que conseguiu alforriar, pela via judicial, mais de 500 escravos. O rábula exercia a advocacia sem ser advogado. Numa reescrita tardia da história, sua designação vai mudar. Na noite da próxima terça-feira (3), em cerimônia na Universidade Presbiteriana Mackenzie, Luiz Gama deve...



Relatório sobre professor acusado de racismo é enviado ao reitor da Ufes

Ampliar / reduzir -

O relatório feito pela Comissão de Sindicância instituída para apurar as denúncias contra o professor da Universidade Federal do Espírito Santo,  Manoel Luiz Malaguti, foi encaminhada ao reitor da universidade Reinaldo Centoducatte na tarde desta terça-feira (9). O professor é acusado por alunos de ter feito declarações preconceituosas e racistas durante uma aula, no início de novembro. A lei não permite que o relatório seja divulgado ainda. Agora, o reitor tem 15 dias para decidir o que fazer.

professor_racista

De acordo com a Ufes, a partir do relatório da sindicância, três medidas poderão ser adotadas: arquivamento do processo, aplicação de penalidade de advertência ou suspensão de até 30 dias; e instauração de processo disciplinar.

Acusação

Alunos da Ufes denunciaram o professor por ter dito frases de caráter racista e preconceituoso durante uma aula, na tarde do dia 3 de novembro. De acordo com uma publicação feita pelo Centro Acadêmico Livre de Ciências Sociais da Ufes em uma rede social, o professor teria dito que “detestaria ser atendido por um médico ou advogado negro”, por exemplo. Cartazes com a foto do mestre e com o título “Professor Racista” foram espalhadas pelo campus.

  

Segundo a Ufes, Malaguti é professor de duas turmas na universidade e dá aulas às segundas e terças-feiras. Desde que foi denunciado por alunos, na tarde de segunda-feira (3), Malaguti não esteve mais em classe, e já havia sido afastado da turma onde aconteceu a discussão, mas continuava com outras atividades, como orientação de monografias. No dia 6, a universidade decidiu afastar o professor de todas as atividades acadêmicas por um prazo de 30 dias

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Leituras Recomendadas

Prev Next

Um Defeito de Cor - Ana Maria Gonçalves

Um Defeito de Cor - Ana Maria Gonçalves

Fascinante história de uma africana idosa, cega e à beira da...

Sangue de Mim - Polyana de Almeida Ramos

Sangue de Mim - Polyana de Almeida Ramos

Romance brasileiro que aborda o universo feminino e afrodesc...

Você me deixe, viu? eu vou bater meu tam…

Você me deixe, viu? eu vou bater meu tambor!

É uma publicação zelosa em que se pode a cada página percebe...

Cada tridente em seu lugar & outras crôn…

Cada tridente em seu lugar & outras crônicas

Estréia literária de Cidinha da Silva, arguta investigadora ...

Os nove pentes d'África

Os nove pentes d'África

Em "Os nove pentes d'África", estréia de Cidinha da Silva na...

Kuami – Cidinha da Silva

Kuami – Cidinha da Silva

Cidinha da Silva mergulha na prosa mais uma vez e traz uma h...

Procure no site

Enquete

O que você achou das funções de nosso novo portal?

Vitrola Luiz Gama

Click